Make your own free website on Tripod.com

REPORTEEN

PAULINHO
entrevistado pela Irina

@dolescentes.com.jesus - Qual seu nome e idade?
Paulinho - Paulo Rogério Conquista Alves, 27 anos.

@ - Qual o seu "hobby"para as horas vagas?
P - Jogar futebol, tocar violão e bateria.

@ - O que você fazia antes de encontrar Jesus?
P - Eu usava todo tipo de drogas, roubava carros, motos, assaltos de todo tipo, tráfico de drogas.

@ - Alguma vez já se afastou de Deus como foi?
P - Sim, foi um ano depois de me converter, eu fiquei muito desanimado com a igreja, pois na época não havia pessoas da minha idade, me senti sozinho e acabei me afastando de Deus.

@ - Deixe seu testemunho: antes e depois da conversão.
P - Comecei no mundo das drogas com nove anos de idade fumando maconha e em pouco tempo além de usar todas as drogas eu também já vendia em uma boca de fumo, me afundei neste triste pesadelo das drogas e para me sustentar já não bastava trabalhar na boca de fumo, também comecei a roubar carros e motos, lojas e alguns supermercados. A promeira vez que senti a presença de Deus foi quando a minha irmã Gleinice conversando em casa me expôs o evangelho e me senti super tocado mas não me decidi por Jesus. Passadas algumas semanas a Geinice me convidou para o acampamento de pascoa dos jovens em 1992 e resolvi aceitar o convite, e já no primeiro dia o Pr. Fábio trouxe uma palavra sobre o filho pródigo e fez o apelo para quem quisesse aceitar a Jesus e eu me senti muito tocado e reconheci que só Jesus poderia mudar a minha vida e transformar toda aquela sujeira e trevas que me cercavam.

Aceitei a Jesus na sexta-feira e foi a decisão mais maravilhosa da minha vida, a partir deste dia Deus verdadeiramente me regenerou e transformou tudo o que era trevas em luz, transformou o que era tristeza em alegria.

Depois deste dia Ele realmente mudoua a minha vida, nunca mais me droguei, nunca mais roubei, e além de tudo Ele me deu oportunidade de trabalhar com adolescentes e jovens com o problema de drogas na cidade de Tatuí por 2 anos, Jesus verdadeiramente me livrou da morte pois todos os integrantes da minha vida ex quadrilha, morreram em um assalto a banco que eu também participaria. Se Jesus não tivesse me resgatado. Hoje sirvo o Senhor no grupo de louvor da Igreja e na liderança da mocidade e sei que Deus ainda tem muito oara fazer em minha vida.

Fazer a vontade de Deus é a decisão mais inteligente e maravilhosa que o homem pode ter, mas não que dizer que seja fácil.

Jesus é tudo!!!


Página Anterior

Próxima página